FETAPE - FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

Notícias


"A nossa missão continua. O nosso caminho de Emaús precisa continuar porque o nosso povo continua enganado", diz ex-ministro Gilberto de Carvalho, na

15/10/2019



Durante análise de conjuntura, o ex-ministro comparou a missão do movimento sindical com a passagem bíblica em que Jesus compartilha solidariedade com os peregrinos no caminho de Emaús  

Reflexões, avaliações e orientações para nortear as estratégias do Sistema Confederativo Contag (Sindicatos, Federações e Contag). É com base nesses objetivos que acontece o 3º Conselho Deliberativo dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Pernambuco nesta terça e quarta-feira, dias 15 e 16, no Centro Social de Carpina. Uma análise conjuntural foi realizada com a presença do ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Gilberto Carvalho, que esteve presente na manhã desta quinta (15). Cerca de 450 pessoas, entre delegados e delegadas, convidados, diretoria e assessoria da Fetape participaram do Conselho.

Em uma análise em que apontou erros e acertos dentro da trajetória dos anos de governo de esquerda no país, o ex-ministro destacou as “brechas” encontradas pela extrema direita para avançar contra o Partido dos Trabalhadores (PT), com apoio da mídia, da elite brasileira e de parte da sociedade que elegeu o presidente Jair Bolsonaro.

Carvalho lembrou das manifestações de rua iniciadas no ano de 2013, e dos erros que facilitaram a vida daqueles que não aceitavam o modelo que estava sendo implementado no Brasil. “Nós prejudicamos os interesses dos grandes. Quando você começa a distribuir, quando botamos pobre no orçamento é preciso retirar do outro lado. Nós não enfrentamos uma reforma fiscal para valer e nos iludimos com muitas alianças daqueles que pareciam amigos”, avaliou.

De um Brasil respeitado em nível internacional a um país devastado e sem direitos trabalhistas respeitados. A desconstrução para a classe trabalhadora avança nesses 10 meses de governo da direita. Gilberto lembrou das riquezas descobertas em território brasileiro, como o pré-sal. A maior reserva de petróleo do mundo despertou interesse dos EUA. “Os americanos olhavam querendo levar nosso petróleo para que comprássemos gasolina importada. Nós queríamos criar um fundo para transformar em saúde e educação para o povo. E os ricos, privilegiados, banqueiros, fizeram a conspiração que vocês conhecem, derrubaram Dilma, nosso governo, e prenderam o Lula para que ele não pudesse ser presidente, e para que eles pudessem pôr em prática esse programa de tirar os pobres do orçamento, cortar programas sociais e vender riquezas do Brasil para fora”, relatou.

Avanços no cenário de retrocessos – Mesmo diante da atual conjuntura do país, a presidenta da Fetape, Cícera Nunes, apontou as conquistas da Federação neste ano. Falou da participação da delegação de Pernambuco em recente Congresso Nacional da CUT, e do incentivo à agricultura familiar no Estado com a implementação da feira agroecológica na sede da Fetape, no Recife, e orientou que os sindicatos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais possam implementar suas feiras. “Esse momento é difícil, mas precisamos nos fortalecer. Estamos fazendo trabalhos nos Polos Sindicais como os mutirões, e estamos construindo junto ao governo do Estado um plano específico da agricultura familiar, que será exemplo para todo o Brasil”, revelou.

O diretor de Administração e Finanças, Paulo Roberto Santos, enfatizou o papel importante do movimento sindical rural no Brasil e no Estado, e que ao contrário de comentários de que os sindicatos iriam acabar, o movimento mostra sua resistência e luta. “O Sindicato é importante pois luta pela moradia, pelo crédito para potencializar as feiras agroecológicas. Estou trazendo isso porque muita gente achava o sindicato iria sumir, mas ele permanece forte pois tem pessoas que lutam pela classe trabalhadora”, concluiu.

O presidente da Contag, Aristides Santos, trouxe a importância de aliar a política da ação para sustentabilidade do movimento. Falou sobre como o movimento sindical está em processo de se antecipar para o debate da reforma sindical que deverá ser implementada, e ainda destacou o papel da agricultura familiar. “ Doriel [deputado estadual] terá a missão de promover um debate sobre a Década da Agricultura Familiar para lançarmos aqui em Pernambuco. Quero trazer essa ação para todo o Estado”, disse o presidente.

A mesa de abertura do Conselho contou com a presença de toda direção da Fetape, do presidente da Contag, Aristides Santos, do deputado estadual Doriel Barros (PT), do deputado federal Carlos Veras (PT), do presidente da Fetaepe, Gilvan Antunis, do coordenador da ASA Brasil, Alexandre Pires, do secretário de Finanças da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), José Rodrigues, do presidente do PT-PE, Glaucos Lima, da presidenta do Sindicato dos Bancários, Suzineide Rodrigues, do secretário executivo da Agricultura Familiar do governo de Pernambuco, Gleybson Maciel, do presidente do ITERPE, Altair Correia, o presidente da CUT-PE, Paulo Rocha, o representante da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Plácido Junior, o secretário de Comunicação da CUT, Fabiano Oliveira, o presidente Sintepe, Fernando Melo, o executivo de Agronegócio, Gustavo Gallindo, a representante da direção Sindical do Dieese, Elna Melo.

FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

ENDEREÇO
Rua Gervásio Pires, 876 - Boa Vista - Recife/PE - CEP: 50050-070
Telefone: (81) 3771-0317 | E-mail: fetape@fetape.org.br